PUBLICIDADE
DELÍCIAS LANCHONETE E PETISCARIA "LUGAR DE GENTE FELIZ!" - TELE-ENTREGA: 3315-1426
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Vereador agride mulher e vai parar na cadeia
09/05/2017 08:49 em Polícia

O vereador Paulo Sérgio aguarda recolhido na Penitenciária de Ipaba

Parlamentar detido por agredir a mulher estava com mandado de prisão expedido pela Justiça


O cabeleireiro Paulo Sérgio de Jesus Evangelista, de 44 anos, conhecido como Serginho Tesoura de Ouro, vereador de Ipaba pelo PMDB, foi preso no fim da noite de domingo (7) enquadrado na Lei Maria da Penha. Ele é acusado de agredir a esposa, M.G.L.S., de 27 anos, na rua Lírio, no bairro Primavera, em Ipaba. 

A esposa do vereador ligou para a Polícia Militar, por volta das 23h30. A mulher contou que mora com Paulo Sérgio há oito e possuem duas filhas, de 3 e 5 anos. Nos últimos tempos, os desentendimentos do casal aumentaram e, por motivos fúteis, o acusado teria lhe empurrado de forma violenta, batendo o braço no rosto dela.

Ela acrescentou que o casal está em fase de separação tramitando na Justiça. A agressão foi negada pelo parlamentar de Ipaba, mas ao ser conduzido para se explicar ao delegado de plantão, durante a confecção da ocorrência, os policiais militares verificaram a existência de um mandado de prisão em aberto contra o vereador.

A polícia não informou de que se trata o mandado de prisão, mas o Portal Diário do Aço apurou que ele foi expedido em 25 de fevereiro de 2016 pelo juiz Genolo Santos Moura, na Comarca de Coronel Fabriciano. O vereador recebeu voz de prisão e após ser encaminhado para a 1ª Delegacia Regional de Ipatinga, está recolhido na Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho.

Neste ano, é o segundo registro da vítima contra o marido vereador, eleito nas últimas eleições com 256 votos. No mês de março, dia 11, a M.G. procurou a Polícia Militar para denunciar que foi agredida pelo parlamentar, além de ameaçá-la de morte. Os policiais procuraram o acusado, que na época não foi localizado para se explicar diante das acusações. (Fonte Portal Diário do Aço).

COMENTÁRIOS
 
Start Counter